eu

Bichos do mato!

By J* - 09:25:00


Ontem foi Domingo de Ramos. E o que para uns tem significado para outros passa completamente ao lado.
No sábado à noite, num jantar, falávamos da importância da Páscoa, e de como é vivida nas mais diversas localidades. No sítio onde moro vivem a Páscoa intensamente. É uma festa de euforia, de diversão, de convívio. Os meus pais não são naturais dessa localidade. Já lá vivem há mais de trinta anos mas acho que não conseguiram enraizar os costumes dessa terra. Um exemplo é precisamente a Páscoa. A questão é que perderam os costumes da sua terra natal também.
Na minha casa nunca se abriu a porta à cruz. O dia de Páscoa era sempre passado em casa da minha avó (terra natal dos meus pais), enquanto foi viva, e depois de falecer era lá na mesma porque a uma das minhas tias fazia muita (muitaaaaaaaaaaaa) questão.
Sempre fomos muito despojados de tradição. O domingo de Ramos que é conhecido pela missa de benzer o ramo e entregar à madrinha nunca foi para nós tradição.
Enquanto andei na catequese era obrigada a ir à missa, benzia o ramo porque tinha de ser, mas depois ele acabava sempre aos caídos lá por casa.
Nunca houve a tradição do folar entre padrinhos e afilhados, se bem que tenho uma boa relação com os meus padrinhos!

Chegamos portanto à conclusão de que na minha família somos uns verdadeiros bichos do mato (não sei se usam muito esta expressão mas cá em casa é recorrente). Não temos costumes, não temos tradições. Não vivemos a Páscoa, a maioria não gosta do Natal, não se cantam os parabéns no dia de aniversário (e só há bolo mesmo porque é tudo gulosinho) e o problema é que foram os mais velhos que passaram isso aos mais novos.
Chego a fazer a comparação com a família do meu namorado que são de um centro urbano, completamente diferente do nosso, e quando chegam as épocas festivas é vê-los a comemorar tudo como manda a tradição. É a consoada, é o dia de natal, é passagem de ano, é folares na Páscoa, é Páscoa, tudo, tudinho!

Sinceramente estamos tão habituados a que seja assim desde sempre que só damos conta que somos o oposto da maioria das pessoas quando se fala desses assuntos.

E vocês são de famílias onde a tradição impera ou são uns bichos do mato como nós?!



  • Share:

You Might Also Like

7 comentários

  1. Eu gosto muito das tradições e de festejar...

    Na Páscoa existe sempre um convido, não pelo sentido religioso, mas porque é mais uma oportunidade de nos juntarmos...

    Mas são escolhas de vida, e cada um sente-se bem com as suas, é ou não é?

    Beijinhos
    https://titicadeia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Na minha família comemoramos todas as tradições! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Eu por acaso adoro tradições, mas adoro mesmo, no entanto a Páscoa passa-me completamente ao lado. Só gosto por causa dos ovinhos de chocolate, porque das amêndoas também não sou grande fã xD

    ResponderEliminar
  4. Não ligo nenhuma à Páscoa, mas se calhar de a passarmos na aldeia abrimos a porta ao compasso, sim. Aniversários e Natal como manda a tradição, sim 😀

    ResponderEliminar
  5. Por aqui bicho do mato! Ehehehe. E os meus pais igual. E, por acaso, o marido e os pais dele igual.
    Com exceção do Natal, adoro o Natal, vivo intensamente o Natal. Depois o resto passa-me tudo um bocado ao lado. Agora com o miúdo pequeno lá ligo um pouco mais, para ele aprender o que cada época é, para vivenciar um pouco. Mas por mim não ligo muito.

    ResponderEliminar
  6. Eu recuperei algumas tradições da Páscoa após ter casado. Por exemplo, os meus pai nunca receberam o compasso lá em casa. Eu, aqui em minha casa, sempre o recebi. Mantemos a tradição do ramo para os padrinhos, como um símbolo da importância deles na nossa vida.

    ResponderEliminar
  7. A minha família é mais bicho do mato. :)

    ResponderEliminar