Esta história dos sexos!

By J* - 16:35:00

No outro dia, enquanto conversava com uma amiga solteira surgiu-me a ideia de escrever aqui no blogue sobre este tema.
Ela queixava-se que não encontrava um "homem em condições". Queria ela com isto dizer que tem sido uma cambada de trastes! Ou mentirosos, ou pouco dados a relacionamentos sérios, ou ainda daqueles que ainda não entenderam o que pretendem para a vida deles.
É certo que isto é só a experiência dela. Não quer dizer, de todo, que todos os homens sejam iguais. Não o são! Tal como nós mulheres também não somos.
No meio da conversa ela sai-se com esta frase:
-É que se ao menos fossem românticos! Daqueles que nos pagam o jantar, daqueles que nos surpreendem com flores ao final do dia de trabalho, ou que nos levam a passear sem dizer o destino....   
E foi aqui que comecei a pensar neste assunto! Será exigido aos homens uma espécie de
protocolo do que devem ou não fazer/dizer numa relação de modo a que não sejam catalogados de brutamontes?!Pode escandalizar muita gente mas o meu namorado nunca me pagou o jantar, nem eu nunca lhe paguei o jantar a ele! Sempre dividimos a conta. Desde o início de namoro que assim foi. Se acho isso estranho? Nada de nada! Mas sei que muitas mulheres, no caso de estarem no início de algo com um homem e ele não pagar o jantar, já ficam com o pé atrás relativamente a uma possível relação.

Já há uns dias uma mulher queixava-se que ao jantar com o marido pediu a conta e o empregado entregou-lhe a conta a ela diretamente. Ela estava a contar isto indignadíssima e eu sem perceber muito bem o porquê. Explicou ela, que mesmo que tenha sido ela a pedir a conta, o empregado teria de a entregar ao marido e não a ela, sendo que a minha resposta (pergunta) foi: PORQUÊ??????
Segundo ela o marido é que tem a "obrigação" de pagar a conta, mesmo tendo sido ela a pedir a conta, porque o "protocolo" assim o exige!


É só aos homens que é exigido dar flores ou chocolates no dia dos namorado? É só a eles que fica mal não o fazer? E nós mulheres? Fartamos de nos fazer ouvir, de mostrar que temos os mesmos direitos que eles, que merecemos ser remuneradas de igual para igual, que não servimos só para donas de casa, que merecemos ocupar os mesmos cargos que eles, que somos capazes de ser independentes e depois nestas pequenas coisas temos uma mentalidade pequenininha!
E não, não lhe venham chamar de romantismo ou cortesia. Minhas queridas pensem que também eles se podem queixar do mesmo! Afinal temos exatamente os mesmos direitos e as mesmas obrigações, right?!
 



  • Share:

You Might Also Like

8 comentários

  1. Nunca liguei a essas coisas, contudo sim, muitas mulheres acham que um homem tem que ser romântico, pagar jantares...mas e o carinho, atenção e o amor? a isso é que deviam de dar total importância
    :)
    BLOG | FACEBOOK | INSTAGRAM

    ResponderEliminar
  2. Acho que tem muito a ver com gerações. Se calhar, hoje em dia as mulheres já não pensam tanto assim, nem ligam a esse "protocolo" e até ficam ofendidas se for o homem a fazer tudo. Já mulheres mais velhas, que de certa forma foram educadas assim, ainda pensam que é o homem que tem que correr atrás, fazer a corte (se quiser usar uma expressão bem antiga).
    Ainda bem que os tempos mudaram e o que importa é o amor e as ações que o demonstram, seja com jantares ou com outra coisa qualquer. :)

    ResponderEliminar
  3. Eu acho que muitas vezes elevamos o padrão, sem repararmos que a nós, mulheres, não nos é exigido o mesmo. Parece que numa relação, tem de ser o homem a fazer as vontadinhas todas e a ser cortês e as mulheres limitam-se a saborear os lisonjeios que eles têm obrigatoriamente de fazer. E se não fazem? São uns trastes, uns homens das cavernas.

    Claro que há homens sem um pingo de interesse a meu ver. Mas isso, creio eu, sempre existiu. Sempre houve homens rudes, a cheirar a sovaco, mal falantes e anti-românticos. O problema é que hoje em dia, as mulheres querem homens ao melhor estilo dos atores românticos do cinema.
    No meu caso, no namoro, dividíamos as contas. A mim, não fazia sentido ser ele a pagar. Isso é história do antigamente!

    ResponderEliminar
  4. não penso assim e ainda bem ... acho que a maior parte dos homens ditos românticos só mesmo em filmes ou séries. eu já liguei a isso no passado e já pensei um pouco como a tua amiga. no entanto, acho que devemos dar mais valor a outras coisas, por exemplo se ficamos doentes se o nosso marido/namorado nessa altura é capaz de cuidar de nós, se nos ouve, se é nosso amigo, e não propriamente no show off que se faz fora de casa. em relação à cena da conta, as mulheres muitas vezes querem a igualdade de direito mas nessas coisas já não querem eheh as mulheres são complicadas, oh se são! beijinho

    https://iispinklove.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Isso não faz ponta de sentido. Manifestam a igualdade entre os dois géneros para depois fazerem dramas à volta disso.

    ResponderEliminar
  6. Concordo, se queremos igualdade, é igualdade que devemos querer também em pequenas coisas do dia a dia. Claro que um gesto de cavalheirismo fica sempre bem. O meu homem ainda me abre a porta para eu entrar primeiro quando vamos juntos a algum lado e essas pequenas coisas eu espero que não mudem. Beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. No início, cada um pagava o seu, actualmente, pedimos tudo junto e uns dias pago eu, outros dias paga ele :)

    ResponderEliminar
  8. Concordo plenamente. Mas normalmente esse tipo de conversa vem ou de mulheres que não estão numa relação longa ou de mulheres que vivem "no antigamente". Hoje em dia nada funciona assim eu por vezes faço questão de ser eu a pagar um jantar fora ao meu namorado, porque ele também já me pagou muitos jantares lanches e almoços, mas por norma cada um paga o seu e ser for num restaurante divide-se. Enfim não acho que seja um problema como algumas pessoas fazem disso.
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar