23 março, 2017

Pecados!

Vocês sabiam que não pagar impostos é pecado??

Pois, se não sabiam ficam a saber, que pelo menos aos olhos da igreja cá da minha terra, não pagar impostos é pecado.

Descobri hoje, através de um folheto informativo, que indica a data, hora e local dos confessos nesta época da páscoa. Parece-me uma boa tática de "marketing" por parte da igreja. No tempo em que estamos o que não falta (infelizmente) é gente com dívidas provenientes de falta de pagamento de impostos, por isso, num ato de salvação surge a igreja com os seus confessos para apaziguar.

Já aqui disse anteriormente que sou católica, sou crente e tenho fé. Não tenho qualquer problema em admiti-lo, tal como não tenho em admitir que ainda assim a igreja mantém muitos "rituais" que a mim não me convencem.
Nada contra quem se confessa. Aliás se a pessoa se sente melhor assim, tudo bem. Mas quem o faz que tenha plena noção que não é o confesso que lhe vai trazer o perdão para os seus pecados erros.

Mas voltando o folheto, e a toda a técnica da igreja para chegar ao maior número de pessoas. De um lado as informações relativas aos confessos, do outro uma série de questões, que supostamente somos nós que as fazemos a nós próprios, induzindo cada um de nós a procurar um dos confessos mais próximos por nos revermos em alguma das respostas a essas questões.

Para além do "não pagaste os impostos?"(sim as perguntas eram feitas assim), ainda constava "não ides à missa de domingo? Porque achais que há coisas mais importantes?", e "não importa os outros para atingir os fins?" e mais uma série de coisas sobre roubo, mortes, ajudar os outros e coisas assim.

E foi assim que percebi que a igreja está a tentar alcançar todo o tipo de pessoas. Desde assassinos, ladrões, endividados, pessoas ocupadas assim no geral,pessoas sem escrúpulos, ambiciosos, etc. Englobam tudo! E claro que assim é mais fácil! 
Se para tudo na igreja adotassem este género de tática garanto-vos que a esta altura estavam cheias!

5 comentários:

  1. Sou católica e tenho uma fé muito grande em Deus. Mas há muita coisa que na igreja católica está mal. As pessoas afastam-se da igreja por alguma razão. Continua a haver dogmas e preconceitos que não fazem sentido algum. O exemplo que aqui falas retrata isso mesmo.

    ResponderEliminar
  2. Eu sou crente em Deus, mas não me consigo associar a alguma religião talvez por isso mesmo. Não me identifico com as práticas que passam, não sei explicar. Ou seja, eu acredito numa entidade maior do que nós, mas nem sei muito bem naquilo em que acredito porque não me identifico com muitas das crenças e deveres por parte das religiões. Este exemplo retrata um pouco isso, acho.

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  3. Confesso que me ri ao ler o post. O modo como "conduziste" o assunto está muito engraçado.
    Pessoalmente, acho que faz mais sentido confessar-mo-nos diretamente ao nosso Deus do que a outra pessoa. E mais importante de tudo: sentir-mo-nos arrependidos.
    Agora a questão que se impõe: será que as pessoas se arrependem de não pagar impostos...? Hummm...
    Beijo.
    BLOG | FACEBOOK | INSTAGRAM

    ResponderEliminar
  4. Que horror. Que coisa tão feia. Sou católica contudo a Igreja, enquanto instituição tem-me vindo a desiludir bastante.
    Abominável a situação que acabaste de descrever. Simplesmente abominável.

    ResponderEliminar