02 fevereiro, 2017

Grey's Anatomy

Pois é como vos digo, no que trata a séries, vou daquelas tipicamente de raparigas, passo por zombies, e ainda venho parar à série que dura já uma pequena eternidade de médicos cirurgiões, com bastantes cenas explicitas cheias de sangue!!!

Comecei a ver Anatomia de Grey não desde que estreou, portanto devia a ter acompanhado a partir de segunda ou terceira temporada. Mas desde aí nunca mais larguei. À cerca de 2, 3  anos resolvi ir procurar as primeiras temporadas e vi tudo outra vez!!! Imaginem... Ninguém se dá a este trabalho, a não ser eu.
Gosto muito desta série. Já teve episódios musicais, já teve episódios que nos deixaram com o coração nas mãos, já teve episódios boring... Mas a verdade é que eu sou uma assídua desta série, e estava mortinha que retomassem esta 13ª temporada.
Acho que não será preciso grandes apresentações a esta série, afinal já está há tanto tempo em exibição que mesmo quem não acompanha, tenho a certeza que conhece os pontos principais da série.


A personagem principal é a cirurgiã Meredith Grey, e a história acaba sempre por rodar à volta desta personagem. Ora na sua avassaladora paixão por Derek Sheperd, com quem fez par romântico desde o inicio da série, até ele ter morrido ( na série claro), ora na sua melhor amiga durante várias temporadas Cristina Yang, bem como as relações desta última, quer amorosas, quer profissionais. Esta série tem como palco principal o Hospital, e basicamente o seu dia a dia. Os doentes, as instalações, os médicos, as doenças, as cirurgias, as relações entre médicos, e entre médicos e doentes.
Acima de tudo o que mais gosto nesta série nada tem a ver com esta questão da saúde, hospitais, médicos, etc, mas sim a forma como retratam as relações de amizade, de paixão, amor, ódio. A relação de amizade entre Meredith e Cristina para mim é das mais interessantes de sempre nesta série! Bem como a relação de Cristina e Owen, a mais intrigante. Basicamente acho que a minha personagem favorita era mesmo a Cristina Yang! Desde que ela saiu, o Karev, que substituiu a vez dela com Meredith, também se está a tornar uma personagem interessante tendo em conta os últimos acontecimentos (não vou revelar nada, quem vê sabe do que falo). Também o tema da homossexualidade é tratado de forma super natural, com duas das personagens principais a formar um par romântico, com muitos problemas à mistura , terminando numa separação.
O que também é conhecido é que grande maioria das temporadas termina com um grande acontecimento, e normalmente não muito feliz. Desastres de avião, sequestros no hospital, acidentes de carro, mortes, etc...




Não digo que é a melhor série de sempre, mas é uma série que consegue agarrar facilmente ao sofá. Torna-se viciante, e gostamos de saber o que acontece aquelas personagens. Acho que essencialmente é isto que me faz ver Anatomia de Grey há 13 temporadas!!







4 comentários:

  1. Quero ver essa série desde o primeiro episódio, e só vou começar quando meter as minhas séries em dia :)

    ResponderEliminar
  2. Não és a única, não! Comecei a ver a Anatomia na terceira temporada, algum tempo depois comprei os DVDs das temporadas anteriores e vi tudo de seguida. Desde então não perco um episódio, é a minha série favorita, com tudo o que tem de bom e de mau.
    O que mais gosto, acima de tudo, é a evolução brutal das personagens. Não há cá personagens estáticas que são sempre iguais. A evolução da Cristina, da Meredith, do Alex... gosto mesmo, mesmo muito!
    E continuo a seguir religiosamente ;)

    ResponderEliminar
  3. Eu sou muito fã da série. E fiquei super feliz quando vi que havia novos episódios na Fox Life da 13ª temporada. O pior é ver um episódio e ter de esperar mais uma semana para ver o próximo, porque aquilo é verdadeiramente viciante.
    No outro dia estivemos a ver o primeiro episódio da 1ª temporada e meu deus, o tempo passou mesmo! Eles estão tão novos, é uma diferença abismal, mas verdade seja dita se o tempo passa por nós, por eles também, mesmo sendo famosos :)

    ResponderEliminar