13 fevereiro, 2017

Dolorosas manhãs.

Adoro dormir. Desde nova que sempre dormi bem, e muito. Com 26 anos, conto pelos dedos de uma mão noites mal dormidas, e com poucas horas de sono. Se não tiver compromissos, nem horário para acordar, é ver-me a dormir 10 a 12 horas sem qualquer problema. Mas mesmo que durma estas horas, a manhã é sempre uma tortura para mim. O sair da cama quentinha, o fazer o pequeno almoço, o vestir-me é coisa para fazer completamente muda. Sem dizer uma única palavra. O meu namorado é igual. De manhã, assim que sai da cama, não pronuncia qualquer palavra. Ou seja, andamos os dois pela casa sem se ouvir nada da nossa boca. Costumamos dizer que gostamos de acordar devagarinho!
E é por isso, que consoante o meu estado de espírito (que normalmente nunca é bom de manhã) eu escolho a roupa que vou vestir nesse dia. Quando era mais nova, e ia para a escola, costumava preparar a roupa no dia anterior. Mas a verdade é que a meteorologia de um dia para o outro difere imenso, e então ás vezes tinha de fazer mudanças à ultima da hora. Por isso optei por escolher a roupa de manhã. Mas lá está, há o inconveniente de eu de manhã estar completamente ensonada, sem capacidade para nada. Logo, escolher roupa de manha pode-se tornar uma aventura.
É que o meu pensamento quando estou a escolher a indumentária, e agora principalmente no inverno, é pensar que preciso de estar quente, e confortável. Mas como é óbvio não vou de pijama, nem de fato de treino polar para o trabalho, certo?!
Então é ver-me, sentada na cama, com as portas do armário abertas, a olhar para a minha roupa e a pensar o que vou levar em vestido com aquele humor.



Obrigo-me a elaborar um bocadinho, mas há dias que só pego mesmo nuns jeans, uma camisa, com uma camisola por cima, uma gola de pêlo, casacão, e umas botas rasas, ou sapatilhas. É que não dá mesmo para mais!
E sou vaidosa, gosto de andar arranjada, gosto de combinar a minha roupa, imaginar aquelas calças com aquele top, ou a saia com a camisa, mas quando chego à hora de vestir de manhã, já nada importa! Acho que se não fosse estranho ia mesmo de pijama, robe e pantufas para o trabalho! E ia tão bem...

4 comentários:

  1. Eu já estou farta de não saber o que vestir com este frio!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  2. Também sou assim de manhã!! Por mais que tenha dormido, custa-me imenso sair da cama. Quanto à roupa, sempre que possível tiro mesmo no dia anterior, mas às vezes acontece-me o que dizes, de ter que mudar as escolhas consoante o tempo...

    ResponderEliminar
  3. Eu por acaso não tenho grandes dramas de manhã no que diz respeito a vestir. Sou muito prática e a minha profissão, assim o permite. Por mim, andava sempre de calças de ganga e sapatilhas. E era uma mulher muito feliz! :)

    ResponderEliminar