17 novembro, 2016

Verniz.

Já sei que devo ser das poucas mulheres no planeta Terra que ainda faz a manicure em casa e que não usa verniz de gel, nem gelinho, nem extensões, nem essas coisas todas que nem sei bem como se chamam. E como tal ainda passo por todos aqueles dramas de pintar, e secar as unhas, que me deixam completamente ma-lu-ca!
A minha rotina passa por (sou uma mera aprendiz nesta área por isso não vale a pena dizerem que não é assim que se faz, porque não fiz nenhum doutoramento na área, ok?):
 
 1- Limar as unhas. Portanto, eu não gosto de ter as unhas muito grandes, e como tal tento limá-las para ficarem com uma forma minimamente apresentável. Ao final de 3 unhas já estou muito cansada e já não me preocupo de todo com a forma das unhas. Desde que não fiquem triangulares (eu sei que é moda agora!) tudo bem. 

2- Colocar a base nas unhas. Durante anos não usei base nas unhas, achava que pintar com o verniz de cor era mais que suficiente, até ver as unhas a ficarem com uma cor meia amarelada. A partir daí nunca mais larguei a base! (É de salientar que a cor das minhas unhas está aquilo que se pode chamar "normal!").

3-Até à aplicação da base está tudo mais ou menos a correr bem. Quando passamos para a fase de pintar a primeira camada com o verniz de cor (seja ele claro ou escuro) é que começa o tormento. Ora a camada é tão grossa que equivale a três, ora tenho um ataque de parkinson e pinto a unha e metade do dedo, ora quero parecer tão certinha que pinto o centro da unha mas os cantos ficam sem pintar (isto acontece imensaaaas vezes). 

4- Esperar e deixar secar a primeira camada parece um período de tempo que dá para limpar a casa toda de uma vez, com direito a esfregar frinchas e tudo! A paciência ao final de 3 minutos esgota-se e resolvo pintar a segunda camada. Ao colocar a segunda camada, sou capaz de retirar algum (muito) excesso que coloquei na primeira camada que ainda não secou! Resultado: Desastre total! Normalmente tenho de retirar tudo com acetona, e voltar ao passo nº2. Quando finalmente termino todas as unhas, a minha vontade é tirar tudo outra vez, mas penso em todo o trabalho que tive e resolvo aceitar que não tenho jeito para a manicure e tenho de me mentalizar disso.

5-No dia seguinte volto a repetir tudo outra vez porque os vernizes não se aguentam tempo nenhum nas unhas. Mas o mais provável é que a culpa não seja dos vernizes mas sim da pessoa que os usa: EU!

Sem comentários:

Enviar um comentário